Marketing

6 dicas para criar anúncios poderosos já!

By 22 de maio de 2019 No Comments
Tempo de leitura aproximado: 9 minutos(Atualizado em: 22 de maio de 2019)

“Para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve”. A famosa frase do gato do filme Alice no País das Maravilhas descreve uma verdade dos negócios na internet. Para se obter sucesso com seus anúncios, você terá que saber exatamente o que deseja conseguir com eles.

Com a competitividade do mercado online, não é mais suficiente estar presente na web, é necessário que você seja visto, que as pessoas te achem facilmente quando pensarem no problema que querem solucionar.

Para se destacar, é preciso que sua empresa possua uma estratégia de marketing digital bem elaborada, e saiba como e onde divulgá-la para o público correto traz inúmeras vantagens em relação à concorrência.

Os anúncios são essenciais no seu planejamento de publicidade online, com eles você pode convencer o seu público a conhecer seu produto ou serviço, por meio de diversas plataformas como Google Ads, Facebook Ads, entre outras.

Cada público e plataforma exigirão um caminho adequado, porém, existem algumas dicas que poderão auxiliar a fazer anúncios para aumentar as suas vendas.

 

  • Conheça o público

     

Já sabemos que cada plataforma exigirá um caminho adequado, mas um item primordial antes de criar qualquer anúncio, sem dúvidas, é conhecer seu público. Você deve se perguntar quem são as pessoas que você quer atingir com ele.

Portanto, definir e conhecer a fundo sua persona e de que forma ela será atingida pelo anúncio é um passo extremamente importante. Sendo que uma taxa de clique baixa normalmente se deve à má segmentação do público-alvo do anúncio.

Cada plataforma permite segmentação do público de forma diferente, e é crucial que você entenda como elas funcionam. O Google Ads por exemplo te permite segmentar o público com base na palavra-chave escolhida, enquanto o Facebook Ads, trabalha a segmentação pelas características dos usuários, como: idade, sexo, localização.

2. Use boas imagens

Nosso cérebro tende a processar com mais facilidade imagens do que textos. Logo, a imagem utilizada no anúncio deve respeitar a identidade da marca, ou seja, deve estar alinhada com as características da empresa.

A imagem deve ser original, transmitindo o conceito do que o anúncio deseja oferecer, e ao mesmo tempo chamar a atenção do público.

Você pode criar sua própria arte ou com a ajuda de um designer, como também pode obter de um banco de imagens, porém sempre tome cuidado com:

  •      Os direitos autorais;
  •      As políticas de uso de imagens de cada plataforma;
  •      A qualidade e o tamanho correto da imagem.

Técnicas como usar pessoas nas fotos geram sentimento positivo. Além disso, preste atenção nas cores utilizadas na imagem, saiba usar cores contrastantes e cores que gerem um sentimento em quem as vê, sempre de acordo com o objetivo do anúncio.

3. Acerte no título e descrição

O título do seu anúncio sem dúvidas é uma das partes mais importantes. É a primeira informação que as pessoas e os buscadores lêem. Preste atenção na palavra-chave escolhida previamente para usar nesse anúncio.

É no título (ou headline) do seu anúncio que você irá focar seus esforços em impactar sua persona, tendo mais possibilidade de conversão deste anúncio em vendas. Existem também  alguns gatilhos mentais que você pode explorar nas suas headlines que são importantes.

Existe uma técnica antiga para ajudar na criação de títulos chamada AIDA. Que se baseia em 4 elementos:

-Atenção: é o momento de atrair a atenção do usuário.

-Interesse: você pode despertar o interesse dele demonstrando o benefício que terá ao clicar no anúncio.

-Desejo: hora de despertar no usuário o desejo de clicar na sua headline.

-Ação: momento em que o usuário executa a ação desejada com ajuda da sua CTA.

Procure conhecer seus concorrentes e os anúncios feitos por eles, assim é possível anunciar seu diferencial, se destacando dos demais.

Lembre-se sempre de ser transparente na hora de escrever sua copy (método de escrita persuasivo) e entregar exatamente aquilo que o título e a descrição do anúncio prometeram.

O objetivo é que sua headline seja curta, direta e gere curiosidade ou necessidade da pessoa clicar nela. A descrição do anúncio deve explicar melhor o título, e ressaltar demais informações importantes sobre a oferta.

4. Chame para a ação – CTA

Você captou a atenção da sua persona com comunicação e imagem assertivas, agora é a hora de chamar a pessoa para a ação! Ou seja, o momento em que ela irá partir para ação que você deseja com seu anúncio.

A chamada para ação, costuma ser aquele verbo imperativo que faz com que o alvo pratique a ação que você havia pré-determinado. Pode ser para comprar seu produto, clicar no botão, acessar seu site, se inscrever na sua lista de e-mails, o que você definir.

Por exemplo:

  • Compre agora!
  • Baixe seu ebook!
  • Garanta a vaga!

Ou outras chamadas simples que levam seu futuro lead na direção desejada para que você chegue ao seu objetivo de conversão.

5. Realize testes

Mesmo seguindo todos os passos com cuidado, para ter uma estratégia realmente poderosa, é necessário fazer testes e mais testes. Não existe fórmula perfeita para anúncios, mas sim o que funciona ou não para você.

Você pode realizar testes A/B para chegar ao anúncio ideal para seu público, ou seja, testar anúncios com pequenas variações: imagem, cores, headline ou CTA. Neste caso, é importante que seja testado uma variação por vez, assim você conseguirá entender qual opção converte mais.

Quando realizar um teste A/B, procure escolher uma métrica por vez para analisar qual se saiu melhor, escolha uma métrica que traduz da melhor maneira o resultado desejado com este anúncio.

6. Verifique as métricas

Esteja sempre verificando as métricas de cada anúncio:

  • Taxa de Impressões: é o número de vezes que seu anúncio foi exibido para as pessoas.
  • CTR: (taxa de cliques) nada mais é do que a relação entre o total de impressões e o número de cliques do anúncio.
  • CPC: (custo por clique) determina quanto está sendo investido para que cada pessoa realize a ação do anúncio. É relação do custo da campanha e o número de cliques obtidos.

Lembre-se sempre da qualidade da página que o alvo será encaminhado após clicar no seu anúncio, uma boa página de destino também é crucial nos resultados que seu anúncio irá trazer.

Estas são só algumas métricas, mas existem muitas outras variáveis que poderão ser avaliadas nos anúncios, por isso é tão importante que você esteja sempre atento a sua taxa de conversão, ou seja, as vendas que são geradas a partir do anúncio.

Pergunte-se sempre quais as dores e problemas da sua persona, com quais palavras eles descrevem esse problema, pois com esses termos eles buscarão as respostas, é aí que você entrará com a solução.

Essas dicas poderão te dar algum direcionamento na hora de criar seus anúncios, mas apenas com o conhecimento profundo do seu alvo e realizando testes e estudos contínuos você irá encontrar o modelo de anúncio que é perfeito: aquele que gera maior conversão.

 

Deixe seu comentário