O que é Buyer persona?

Por 10 de setembro de 2018Marketing
Tempo de leitura aproximado: 4 minutos(Atualizado em: 2 de outubro de 2018)

A nova moda do mercado de comunicação é a criação de um perfil semi-ficcional que represente o cliente ideal para a empresa.

Essa recente estratégia de marketing ganhou força e principalmente grandes resultados quando se trata de segmentação de público, fidelização do consumidor final e a busca pelo cliente que a empresa deseja ter.

A transformação do marketing digital possibilitou essa inovação que coloca o consumidor no centro de todas as táticas estabelecidas pela empresa.

Portanto, uma persona permite identificar estratégias personalizadas de comunicação mais acuradas, pois descreve perfeitamente a pessoa que compra o seu produto ou serviço.

Para criar uma persona não se deve basear-se em palpites ou suposições, o “achismo” nesse caso é a grande armadilha desse processo, é necessário a realização de pesquisas, entrevistas e coleta sistematizada de dados junto à clientes e prospect.

Uma lista de perguntas deve estar sempre junto na hora de aplicar a pesquisa, o mais importante nesse momento de criar uma persona é conhecer o seu consumidor, conhecer o próprio negócio e os hábitos de compra dos já conquistados clientes.

Ou seja, é um agregado de informações sobre seus clientes ou os consumidores que você deseja alcançar, gerando a ideal persona para a sua empresa/marca ou serviço.

Mas será que existe diferença entre público-alvo e persona?

Um público-alvo não fornece informações tão específicas do perfil do seu consumidor, dados e insights são obtidos mais superficialmente, já a persona é tão real que permite criar estratégias voltadas totalmente para o perfil associado a esse consumidor final.

Quando uma empresa, não necessariamente terá apenas uma persona, dependendo do tamanho da organização, dos produtos/serviços ofertados ela poderá abranger vários perfis e ganhar mais de uma persona.

Mas cuidado para não cair no erro de gerar diversas personas e acarretar em várias estratégias, cada uma focada para um tipo de persona, e que poderá ter um enorme prejuízo no final.

Da junção de todas as características e das informações particulares do seu público nasce o buyer persona, o entendimento desse conceito possibilita humanizar a trajetória da venda, tornando o processo compra/venda mais natural e derrubando barreiras para construir relacionamentos baseados na credibilidade e confiança.

É importante lembrar que a criação de personas deve ser monitorada e constantemente atualizada, os perfis mudam rapidamente, a velocidade da internet permite o acesso a muitas informações o que leva a mudança de opinião periodicamente das pessoas, as certezas de hoje podem não ser as mesmas de amanhã não é mesmo?

De tempos em tempos alinhe essa comunicação com seus públicos e mantenha a sua equipe informada de qualquer modificação de perfil, e facilitará no direcionamento na produção de conteúdo e no acompanhamento da situação da jornada de compra a persona está.

Esse planejamento é o pilar da estratégia digital, permite a interação mais assertiva e focada no cliente final e no resultado final.

Agora você já pode criar sua própria persona!

Para entender melhor como funciona o processo de venda, leia nosso artigo sobre Funil de Vendas que traz os processos que o consumidor passa até a aquisição final.

Deixe seu comentário