Vendas online

5 práticas para alavancar suas vendas na internet

By 24 de abril de 2019 maio 22nd, 2019 No Comments
Tempo de leitura aproximado: 9 minutos(Atualizado em: 22 de maio de 2019)

O nascimento das vendas na internet, liderado pelo eBay há quase 20 anos, tornou-se um benefício para as pequenas empresas.

Independentemente de serem lojas físicas ou empresários solitários operando em casa, vendedores em todo o mundo têm sido ajudados a encontrar clientes como nunca antes.

Novos nichos de mercado estão trazendo novas oportunidades para negócios em crescimento.

À medida que a popularidade dos mercados online aumenta, proprietários de pequenas empresas e donos de lojas online podem achar mais difícil se destacar na multidão.

Os clientes são mais bem informados e produtos de maior qualidade estão sendo vendidos online.

Para superar esses desafios, siga este pequeno passo a passo de cinco práticas recomendadas para começar a vender mais e destacar os negócios e seus produtos em um ambiente competitivo:

1- Tire ótimas fotos (e únicas)

Fotografia de alta qualidade é o primeiro passo e também um ponto crítico. O Airbnb, um dos mais conhecidos casos de sucesso de negócios online, depende da fotografia profissional.

Para a fotografia de produtos, muitos especialistas endossam fundos brancos com fotos detalhadas cada vez que incluir um item diferente.

Na verdade, a Amazon recebeu recentemente uma patente sobre uma configuração muito particular para a sua fotografia de fundo branco. Por mais ridícula que essa patente possa parecer, ela mostra como a fotografia se tornou crítica ao listar produtos online.

Embora os planos de fundo brancos possam fazer com que a listagem pareça profissional, esse fator por si só não equivale a uma estética particularmente distinta, portanto, uma foto com apenas essa característica pode não se destacar da concorrência.

Um estilo de fotografia mais exclusivo – usado consistentemente para todos os produtos – tornará as imagens instantaneamente reconhecíveis. As listagens parecerão mais profissionais e deixarão uma impressão duradoura nos clientes.

Use o máximo de “espaço negativo” em torno de cada imagem possível, pois isso torna mais fácil para o site destacar o conteúdo nos esforços de marketing.

2- Conte uma história

Para construir uma marca identificável, é preciso que os proprietários da empresa contem histórias, por exemplo, por que começaram um negócio, quais são os valores da marca, qual foi a inspiração do proprietário. A maioria das plataformas (o Mercado Livre, por exemplo) permite que as empresas criem páginas iniciais para publicar informações, fotos e vídeos corporativos. É aí que a história deve começar.

Além disso, conte uma história para cada item individual. Por que um determinado produto é significativo? O que o torna excepcional? Como um cliente se sentirá depois de comprá-lo?

O poder de uma história talvez seja melhor demonstrado quando as pessoas compram itens antigos, sejam eles de arte, antiguidades ou uma guitarra icônica.

Também relevante: a história das pessoas que possuíam ou fizeram o objeto – algo chamado de proveniência. Nem todo item tem uma história profunda. Na verdade, alguns objetos são novos em folha. Mas se um item vem com uma história, é possível dar um valor maior e mais profundo.

3- Adicione um pouco mais

Os clientes adoram quando uma empresa favorita se esforça para mostrar seu apreço. As empresas devem sempre adicionar um pouco de sabor extra, seja uma simples nota de agradecimento ou um pequeno presente embalado em uma remessa, para dar aos seus clientes algo inesperado, para que eles queiram retornar novamente.

Por exemplo, existem vendedores enviando itens pequenos – palhetas de guitarras, cabos de marca, adesivos com logotipo – e os clientes os consomem. Esses extras podem fazer com que os compradores se sintam especiais.

4- Conheça a comunidade e participe

Para aumentar sua popularidade e reconhecibilidade, as empresas devem explorar a comunidade online em torno de um mercado e interagir com compradores e outros vendedores o máximo possível.

As redes sociais são um caminho natural para esse tipo de envolvimento, e algumas ideias básicas incluem o seguinte:

  • Faça um post agradecendo um cliente;
  • Compartilhe as listagens de outras empresas no Twitter ou no Pinterest;
  • Envolva-se com clientes que postam fotos de seus produtos no Instagram ou no Pinterest;
  • Conecte-se com influenciadores no Twitter seguindo, retweetando e enviando mensagens diretas;
  • Compartilhe posts de compradores e vendedores no Twitter e no Facebook (mas sempre inclua o identificador de rede social para que eles saibam);
  • Ofereça-se para escrever posts de convidados para membros da comunidade que possuem blogs.

5- Indique claramente as políticas da empresa

As empresas devem ter políticas e protocolos claramente definidos para tornar seus clientes confiantes de que sua experiência de compra será divertida e indolor.

Quando as empresas definem claramente as políticas de remessa e manuseio, devoluções e atendimento ao cliente, os clientes sabem que estão lidando com um negócio sério, honesto, diligente e confiável.

+15 dicas bônus para turbinar suas vendas

Para complementar o leque de opções que você pode escolher na hora de impulsionar a sua forma de vender na internet, separamos mais algumas dicas rápidas e práticas para serem aplicadas:

  1. Evite copiar e colar descrições de produtos de outras fontes;
  2. Garanta que cada produto tenha a sua página própria;
  3. Tenha espaço para reviews de clientes;
  4. Simplifique o processo do carrinho. Quanto mais etapas, mais fácil do seu cliente abandonar a transação;
  5. Peça feedbacks dos produtos que os clientes compraram;
  6. Use a análise do Crazy Egg (software) para compreender como as pessoas consomem suas páginas de vendas: até onde elas rolam para baixo, em que clicam;
  7. Produza um tour pelo produto ou um vídeo de avaliação do produto;
  8. Garanta uma ótima velocidade de carregamento das páginas;
  9. Monitore o que as pessoas estão pesquisando em seu website. Você pode encontrar demanda para produtos que ainda não oferece ou descobrir que as pessoas estão digitando incorretamente alguns nomes de produtos;
  10. Certifique-se de ter um blog onde você fala sobre a sua gama de produtos, descontos e ofertas e novos produtos interessantes que você estará estocando em breve;
  11. Ofereça devolução do dinheiro como uma forma de garantia;
  12. Insira seus endereços e telefones nos rodapés das páginas;
  13. Verifique o Twitter – as pessoas estão reclamando, elogiando ou procurando seus produtos?
  14. Muitos clientes acessam seu site todos os dias, analisam um produto, o adicionam ao carrinho e depois não concluem a compra. Veja como adicionar códigos de acompanhamento ao seu website para monitorar quais produtos ficaram inativos em carrinhos e criar um motivo para pressionar as pessoas a comprar, como reduzir o preço em apenas 5%;
  15. A publicidade no Facebook é realmente boa para levar as pessoas ao seu site, mas não é tão boa para convencer os clientes a fazer uma compra. Se você ainda quiser usá-lo, é preciso fazer com que seus anúncios sejam segmentados somente para pessoas com o perfil demográfico correto. Sempre certifique-se de incluir uma imagem como parte de qualquer anúncio no Facebook: anúncios no Facebook com um rosto feminino sorridente são os melhores.

Vender é algo que requer aprendizado constante e melhorar os seus resultados é o objetivo de todo empresário responsável por um Ecommerce.

Para alcançar esse objetivos, é fundamental seguir alguns passos essenciais. As estratégias apresentadas no artigo de hoje são bons exemplos do que você pode fazer para turbinar seus resultados.

Mas não se limite a apenas essas opções. O segredo das lojas virtuais de sucesso é sempre experimentar novas abordagens, avaliar o que funciona e ajustar aquilo que não funciona.

Todo esse esforço certamente vale a pena no final do dia. Bons resultados para você!

Deixe seu comentário